Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lista dos sítios na Internet que não permitem o livre comentário a qualquer um ou que o condicionam a regras ou procedem a uma moderação que constitui censura, são pois, entre outros aspetos, fascistas por não aceitarem opiniões diversas das suas.


05
Dez13

Pela Liberdade de Expressão na Internet

       O artigo 37º da Constituição da República Portuguesa versa sobre a liberdade de expressão e informação e diz assim:

       nº. 1 – “Todos têm o direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio, bem como o direito de informar, de se informar e de ser informados, sem impedimentos nem discriminações.”

      nº. 2 – “O exercício destes direitos não pode ser impedido ou limitado por qualquer tipo ou forma de censura.

      Já a Declaração Universal dos Direitos do Homem, no seu artigo 19º diz o seguinte:

      “Todo o indivíduo tem direito à liberdade de opinião e de expressão, o que implica o direito de não ser inquietado pelas suas opiniões e o de procurar, receber e difundir, sem consideração de fronteiras, informações e ideias por qualquer meio de expressão.”

      Ligação ao texto integral da Constituição: “CRP”.

      Ligação ao texto integral da Declaração Universal dos Direitos do Homem: “DUDH

      Pelo exposto, há que ter cuidado com os sítios a seguir mencionados. Pode ver e ler os seus artigos mas os seus autores têm tique fascista e não permitem que qualquer pessoa, livremente, possa comentar os seus escritos, isto é, não aceitam outras opiniões, simplesmente porque quando os aceitam, é necessário passar pelo seu crivo de censura a fim de verificarem se tais comentários são dignos de serem publicados e, especialmente, se não os contrariam. Para além desta censura, alguns ainda têm (em alguns casos até cumulativamente) um registo dos endereços de I.P. de quem acede aos comentários, um autêntico controlo e ficheiro fascista [O endereço IP (Internet Protocol) é a identificação única do acesso à Internet do dispositivo (computador, telefone, etc.). Para além da identificação do equipamento, é também possível localizá-lo geograficamente, em algumas situações com grande exatidão].

      Resta a dúvida: se estas opções por parte dos autores destas páginas na Internet, são falta de respeito para com todos (não respeitando sequer os seus próprios leitores), pois acham que os leitores não estão à altura para livremente se poderem expressar e por isso carecem de censura prévia e registo de I.P., ou se é por uma questão de medo do que as pessoas possam dizer sobre os seus sublimes e indiscutíveis pensamentos. Seja qual for o motivo, são ambos vomitivos.

     Por se considerar que tais atitudes são indignas da liberdade de expressão e contraditório que se vive na sociedade e na Internet, valores estes que se mostram protegidos pelos textos fundamentais acima mencionados, e por se considerar ainda que os autores de tais restrições serão pessoas com ideologia perigosa para as liberdades individuais e coletivas, a seguir constam os sítios que verificamos preencherem tais ignóbeis qualidades e que aqui se indicam para que todos saibam e não usem ou leiam ou, se lerem, tenham a plena consciência de que os seus autores lidam mal com a liberdade de expressão, pelo que todas as opiniões que possam expressar ou informações que possam dar, poderão conter erros ou serem (propositadamente ou não) tendenciosas, atento o desvio à normalidade de uma sadia vivência em liberdade de que padecem e carecem os seus autores.

      A lista vai sendo atualizada conforme se vão encontrando mais sítios.

      Os sítios aqui indicados foram informados (pela via indicada) de que aqui estão inseridos e poderão ser retirados se alterarem a forma de aceitação de comentários, para uma forma livre e sem qualquer espécie de restrição ou, em alternativa, nem sequer aceitar comentários, pois desta forma já não há lugar a censura prévia.  
      As alterações ou as comunicações a esta lista podem ser efetuadas através de comentário livre e público a este artigo ou através do e-mail:
lrasnra@sapo.pt.

      Lista:

01- Portugal dos Pequeninos – http://portugaldospequeninos.blogs.sapo.pt – Comentários moderados (visto prévio para decisão de publicação ou não) Tem indicação de e-mail e por esta via se informou desta inserção (comunicado e inserido em 28-11-2013).


02- Clube dos Pensadores (Joaquim Jorge) – http://clubedospensadoresjoaquimjorge.blogs.sapo.pt – Comentários moderados (visto prévio para decisão de publicação ou não) Não tem indicação de e-mail apenas uma caixa para envio de mensagens instantâneas (comunicado e inserido em 28-11-2013).


03-ABC do PPM – http://abcdoppm.blogs.sapo.pt/ – Comentários moderados (visto prévio para decisão de publicação ou não) Não tem indicação de e-mail nem caixa de mensagens. (Foi comunicado como comentário e inserido em 29-11-2013).


04- Ablogando – http://ab-logando.blogspot.pt/ – Comentários moderados (visto prévio para decisão de publicação ou não) Tem indicação de e-mail e por esta via foi informado desta inserção (comunicado e inserido em 29-11-2013).


05- O blogue que estava inserido nesta posição foi eliminado da lista uma vez que permite o livre comentário sem prévia censura, pese embora subsista o registo e controlo dos IP, no entanto, o registo de IP, só por si, não pode ser considerado ato censório, uma vez que não perturba, sobremaneira, a liberdade de expressão (04-12-2013).

06- Jardins Suspensos - http://jardinssuspensos.blogs.sapo.pt/ – Comentários moderados (visto prévio) Não tem indicação de e-mail nem caixa de envio de mensagens (foi comunicado como comentário e inserido em 30-11-2013).


07- Gato Pardo 2.0 – http://gato_pardo.blogs.sapo.pt/ – Comentários moderados (visto prévio). Como se tal não fosse suficientemente fascista ainda consta a advertência de que "optou por gravar os IPs de quem comenta os seus “posts”, mas isto ainda não é tudo: no botão de comentar tem a seguinte legenda: “Comentar? É por sua conta e risco…” Se esta lista fosse um “ranking” este blogue estaria em primeiro lugar. Tem indicação de e-mail e por esta via foi informado desta inserção (comunicado e inserido em 01-12-2013).


08- Água Lisa http://agualisa6.blogs.sapo.pt/ Comentários moderados (visto prévio). Como se tal não fosse suficientemente fascista ainda consta a advertência de que optou por gravar os IPs de quem comenta os seus “posts”. Tem indicação de e-mail e por esta via se informou desta inserção (comunicado e inserido em 01-12-2013).


09- Cantinho da casa – http://cantinhodacasa.blogs.sapo.pt/– Comentários moderados (visto prévio) e, como se tal não fosse suficientemente fascista, ainda consta a advertência de que optou por gravar os IPs de quem comenta os seus “posts”. Não tem indicação de e-mail nem caixa de mensagens, pelo que a comunicação se fez em forma de comentário (comunicado e inserido em 02-12-2013).


10- Arrastão – http://arrastao.org/ – Comentários moderados (visto prévio) e, como se tal não fosse suficientemente fascista, ainda consta a advertência de que optou por gravar os IPs de quem comenta os seus “posts”. Não tem indicação de e-mail nem caixa de mensagens, pelo que a comunicação se fez em forma de comentário (comunicado e inserido em 02-12-2013).


11- Banco Corrido – http://bancocorrido.blogspot.pt/ – Comentários moderados (visto prévio). Não tem indicação de e-mail nem caixa de mensagens, pelo que a comunicação se fez em forma de comentário (comunicado e inserido em 03-12-2013).


12- A Barbearia do Senhor Luís – http://barbearialnt.blogspot.pt/ – Comentários moderados (visto prévio). Tem ainda a justificação para a moderação afirmando que é para evitar os que querem só destruir ou vender banha-da-cobra. Tem indicação de e-mail, pelo que, por esta via se informou desta inserção (comunicado e inserido em 03-12-2013).


13- Bento-Vai-Pra-Dentro – http://bento-vai-pra-dentro-bento.blogspot.pt/ – Comentários moderados (visto prévio). Não tem indicação de e-mail nem caixa de mensagens pelo que se informou desta inserção em comentário a artigo (comunicado e inserido em 04-12-2013).


14- A Rainha do Nada – http://arainhadonada.blogspot.pt/ – Comentários moderados (visto prévio). Não tem indicação explícita de e-mail nem caixa de mensagens pelo que se informou desta inserção em comentário a artigo (comunicado e inserido em 04-12-2013).


15- Blog de Leste – http://blogaleste.blogspot.pt/ – Comentários moderados (visto prévio) e ainda tem a seguinte advertência: «Só depois de serem aprovados pelo Torquemada de serviço serão postados... ou não!». Tem indicação de e-mail (comunicado e inserido em 05-12-2013).


16- Terra dos Espantos – http://terradosespantos.blogspot.pt/ – Comentários moderados (visto prévio). Não tem e-mail explícito pelo que se informou em forma de comentário sobre esta inserção (comunicado e inserido em 05-12-2013).


17- ...

18- ...

19- ...

20- ...


       Esta página arrancou no dia 27-11-2013. Tem um único artigo publicado. Este artigo vai sendo atualizado e a data que exibe corresponde à da sua última atualização. A lista não constitui um “ranking” ou um “top+” mas tão só uma lista numerada, por ordem de inserção temporal.

       Desde que esta jovem lista teve início, ainda não houve nenhum(a) autor(a) das páginas listadas que tenha mudado a sua opção censória, bem pelo contrário, têm vindo a manifestar um reforço da sua atitude autoritária e belicosa, reagindo da forma que os comentários a este artigo bem ilustram. Outros, porém, preferiram ignorar esta lista, sendo exemplo uma mensagem para o e-mail, respondendo à comunicação de inserção, da seguinte forma: “faça favor”. Por fim, surgiu ainda o administrador dos “blogs” do Sapo, alinhando pelas nefastas atitudes dos autores dos blogues e insurgindo-se contra esta lista, em diversos comentários aqui colocados e em e-mails privados. Embora notória e excessiva a sua parcialidade, gentilmente pediu que se retirassem os endereços de e-mail obtidos nas respetivas páginas, insistindo muito neste aspeto. Embora sendo e-mails públicos e até com a designação das páginas e não dos nomes das pessoas, o administrador Sapo considerava-os "dados pessoais" e fazia muita questão nesse aspeto. Como a pedido com correção, por regra, não nos devemos negar e sendo uma questão de somenos importância, retiraram-se os endereços públicos de e-mail que constam nas respetivas páginas, daqueles que os têm, claro está, pelo que tal pormenor não constará mais desta lista.
      As páginas que alterarem a aceitação de comentários e que comuniquem essa alteração, serão imediatamente suprimidas desta página, sem qualquer referência nem comentário ao facto de alguma vez aqui terem estado listadas; sem vestígio algum. Tal como sucede, de momento, apenas para a posição nº. 5 da lista, de onde foi retirado um blogue que ali estava.

Autoria e outros dados (tags, etc)


100 comentários

Sem imagem de perfil

De João Tomaz a 05.12.2013 às 22:08

Presume que quem opta por "moderar" os comentários fá-lo com a intenção de os censurar... No meu blog, o "Benfiquistas desde pequeninos", a moderação de comentários está activada.
A razão que me levou a fazê-lo foi a quantidade elevada de spam que foi surgindo. Claro que a verificação pela introdução de caracteres existe para esse efeito e utilizei-a inicialmente. No entanto, apercebi-me que a "moderação" é mais simpática para os leitores que pretendem comentar. Mais tarde, farto de insultos gratuitos, decidi deixar de publicar comentários com esse teor.
Não se trata de censura. Trata-se, simplesmente, de não querer dar espaço de antena a quem insulta gratuitamente outras pessoas.
Se pretende ser sério nos seus intentos, antes de acusar as pessoas de terem tiques fascistas, deveria tentar perceber se há, de facto, censura.
Se for ao meu blog e se se der ao trabalho de ler os comentários, certamente que encontrará opiniões contrárias à minha, apesar da "moderação".

Já agora, é mais confortável difamar pessoas sob a capa do anonimato que assumindo a identidade. Fica a nota.
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 05.12.2013 às 22:38

A presesunção dos motivos que estão subjacentes à tomada da decisão de proceder à censura prévia é irrelevante. Não presumo nada. O autor do blogue pode censurar e ter uma dúzia de diferentes razões para o fazer. Mas fá-lo. O simples ato de o fazer é ou não é censura? O facto do autor de um nblogue ter uma razão para o fazer ou outro ter meia dúzia de razões e até já lhe terem sucedido coisas más na vida, justifica, um e outro, qualquer censura? A censura deixa de existir apenas porque há uma razão? Ou existe uma censura justificada, aceitável, digna? Para mim, censura é censura e não lhe dou mais voltas, haja uma razão, nenhuma ou cem, não vai ser por isso que vai deixar de ser censura.
Sem imagem de perfil

De Paulo a 05.12.2013 às 18:25

Ainda vou acabar a agradecer ao autor deste blog. Embora não fosse essa, certamente, a sua intenção, ele está a publicitar nesta "lista negra" blogs muito diferentes entre si, pois têm em comum apenas a moderação ("censura") dos comentários. Fui dar uma espreitadela e há entre eles alguns blogs muito interessantes, que eu não conhecia e dificilmente teria descoberto de outra forma. Obrigado.

Sugiro também aos autores dos blogs aqui visados que coloquem uma marca distintiva nos mesmos, do tipo "Este blog(ue) está na lista dos sítios fascistas".

O mais estranho é que há, de facto, sítios fascistas (no sentido habitual do termo) na internet, incluindo blogs que defendem explicitamente ideias fascistas, nazis ou de extrema-direita. E ainda não vi nenhum deles listado aqui.
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 05.12.2013 às 18:42

Há, de facto há muitos sítios fascistas na Internet, a diferença é que alguns são explícitos e não há qualquer problema em identificá-los mas há outros que já assim não são, aliás são tão discretos que só no momento em que se vai comentar é nos apercebemos do que ali está: um indivíduo que gosta de ser omnipotente, omnipresente e omniciente, tudo controlando e tudo censurando a seu bel prazer, sem intervenção de mais ninguém e às escondidas. Isto não é moderação, não há qualquer debate com as partes, não há transparência. A dita moderação constitui um ato censório arbitrário contrário à liberdade de expressão e, quaqndo assim camuflado em blogues inocentezinhos e sem pretensões, acabam por criar, felizemente só emalguns poucos, a convicção da inevitabilidade de assim ser, porque semprte assim foi e estou habituadinho a que seja assim e gosto e quero e posso e mando. Ou seja, um ditadorzinho que polui a Internet, subtil e paulatinamente, grassando nas convicções das pessoas. Esta atitude está associada a uma mentalidade e este tipo de atitude e de mentalidade deve ser travada antes que se apodere de toda a sociedade. É um vírus! É uma praga! É uma infâmia e é um desprezo pelas pessoas, especialmente pelos leitores que frequentam tais sítios. Esta lista é apenas um alerta; tenham cuidado com estes sítios pois têm este tique controlador autoritário e não sabem lidar com as pessoas, não as respeitando.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.12.2013 às 22:19

o bófia nazi não é nenhum vírus (não tem inteligência para isso) mas é sem dúvida uma praga!
Sem imagem de perfil

De Anarcão a 05.12.2013 às 14:28

Puta que pariu este projecto de Torquemada de quinta apanha!...
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 05.12.2013 às 15:05

Para quem não sabe, Torquemada é uma figura do século XV (15) conhecido como o Grande Inquisidor daquele reino de então da agora mais ou menos Espanha. Era também conhecido como o "martelo dos hereges". Ou seja, o Torquemada julgava tudo o que mexia, ai que a mulher é bruxa, ai o judeu, ai o mouro, lá vinha o Torquemada, fazia uma espécie de julgamento, normalmente todos confessavam a heresia pela tortura e então, com a confissão na mão, fogo neles.

Aqui o Anarcão, que talvez se julgue um grande anarquista, pelo nome com que assina, vem comparar o Torquemada com a falta de liberdade de expressão. Ou vem comparar os autores dos blogues que censuram com o Torquemada? Não entendo, como um jovem anarquista não sabe distinguir o que é liberdade, aquela que ele próprio reclama constantemente e tem por objetivo na vida, para si e para todos, comparando esta iniciativa com o Torquemada inquisidor. Reconheço que há um paralelismo: o Torquemada apontava as bruxas e aqui também se apontam as bruxas, o Torquemada apontava aqueles que não acreditavam no seu Deus e aqui também se apontam aqueles que não acreditam na Liberdade. Sim, há um paralelismo mas não é total, porque aqui não se queima ninguém até à morte, chamusca-se apenas mas não causa qualquer estrago, pois todos se transformam em resistentes, querendo salvar a sua pele, atacando com todos os insultos possíveis. Enfim, os pequenos ditadores são mesmo assim. Conforme aqui se vão revelando, e bastam poucas palavras para se depreender o quão fascistas são e quanto querem continuar a ser.

Anarcão, obrigado por me considerar filho da puta, é sinal que nada temos em comum, ainda bem. Se me considerasse amigo, então ficaria preocupado, assim não, bem pelo contrário, fico satisfeito, tanto que até vou repetir: O Anarcão acha que sou um filho da puta. Viva o Anarcão por ter ideias tão brilhantes.
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 05.12.2013 às 19:37

Mas está a rir de quê? Acha graça a esta tristeza? Não, não se ria, chore, mas chore muito, pois estamos perante indivíduos que nos corróiem a estacas que sustentam a frágil liberdade. Chore, mas chore mesmo muito, porque as suas lágrimaspoderão lavar a negritude do fascismo. Sabia que o fascismo é negro, sim tem cor, escuro como a noite? Ou como a cegueira? Sim, melhor como a cegueira, pela falta de visão associada. Vá lá chore antes. É assim: uaua, uaua, uaaaaaaaaaaaaaa... Não, não é bem assim, deve ser antes assim: uaaaaaua, uauaaaaaaaa, uuuuuuuuuuua. Será? Já não sei chorar desta maneira. Quem sabe?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.12.2013 às 22:16

torquemada está bem sacado sim senhor!
Sem imagem de perfil

De Luís Bento a 05.12.2013 às 01:43

Jovem! Amenos que tenha sido possuído por um poderoso raio alienígena, só posso deduzir que está a brincar ou pretende publicidade "À borla". Em qualquer dos casos , para que afaste a amargura que grassa no seu coração, aconselho, vivamente, a fazer a leitura completa da Epístola aos Gálatas, nos novos Evangelhos e a sua alma encher-se-á de júbilo e regozijar-se-á de hossanas e aleluias...
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 05.12.2013 às 02:49

Caro Bento, tenho boas notícias para si: não fui possuído por nenhum raio alienígena poderoso (para já e por sorte), nem tampouco estou a brincar, pois não se brinca com coisas sérias, nem sequer pretendo qualquer publicidade (seja à borla ou não), pois como vê, o anonimato serve apenas para a defesa da causa, sem qualquer outra intenção secundária ou escondida. O único motor que me move é a defesa instransigente da Liberdade e, no caso concreto, da liberadde de expressão. Admito que tenha ficado espantado, num primeiro momento, mas também admito que num segundo momento possa refletir sobre o assunto.
Relativamente à amargura que grassa no meu coração, de facto necessitava de algo que a retirasse, no entanto, creio que não vai ser com a leitura sugerida, pois essa Epístola de Paulo, embora aqui obtenha algum paralelismo, consiste, em suma, numa defesa da doutrina da justificação pela fé. Ora, desta fé não bebo, ao contrário de muitos dos autores de blogues, como o Bento, que acreditam (têm fé) na boa vontade dos autores dos blogues e que, normalmente, não fazem assim muita censurazinha, só a necessária. Esses têm fé, sim, acreditam no sistema instalado como sendo funcional e livre. Livre? Como? Porque são os próprios a gerir essa liberdade dos outros. São os próprios que acreditam que a sua gestão é boa e assim não necessitam de conceder essa liberdade aos demais. É um comportamento de fé digno de pequenos ditadores, sempre e quando for efetuado com consciência, pois, tenho fé (afinal tenho alguma réstia de fé) que haja muitos autores de blogues que nunca refletiram sobre este assunto e há muito colocaram a opção da moderação de forma quase automática, num início de construção do blogue com muitas outras opções a tomar. Para esses, este momento pode ser um momento de reflexão sobre essa atitude ou, por outras palavras mais ao seu jeito, um momento de revelação.
Para finalizar deixo-lhe uma reflexão do Padre António Vieira (1608-1697), extraída do seu Sermão da Sexagésima (parte VII): "As razões próprias nascem do entendimento, as alheias vão pegadas à memória, e os homens não se convencem pela memória, senão pelo entendimento."
Tal como ele, espero que chegue ao entendimento pela razão, não pela fé nem pela memória.
Sem imagem de perfil

De David M. a 05.12.2013 às 00:19

Este blog é claramente dirigido por alguém que não tem rigorosamente nada que fazer da vida.
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 05.12.2013 às 00:58

David M., tenho tanto que fazer na vida, tanto que não me vão chegar os dias que me restam para deixar o Mundo um pouco melhor. Não vai ser possível, bem sei, mas isto não me vai impedir de o tentar. E é isso mesmo que o David M. deveria fazer: tentar; tentar que nesta vida e neste Mundo as coisas possam ser melhores, como o direito à Liberdade e à livre expressão. Todos aqui ficariam muito escandalizados se lessem um artigo dizendo que o Governo da China lia e censurava os blogues; não deixando as pessoas dizer o que lhes vai na alma de forma livre. Um escândalo diriam; inadmissível, bradariam. Cortemos relações com eles, gritariam outros. Mas não querem perceber que é esse mesmo tipo de censura que fazem, no seu dia-a-dia, consigo próprios, e com todos os concidadãos. Sabe, David M., se não tivesse mais que fazer esta lista não era assim tão pequena como ainda é. Mas o facto de ter ou não que fazer não nos pode impedir de defender a Justiça e a Liberdade, ou será que podemos olhar para o lado e ignorar as injustiças e os atropelos à Liberadade, apenas porque temos mais que fazer?
Sem imagem de perfil

De David M a 05.12.2013 às 15:19

Também me perguntonse o termo fascista será de facto o mais adequado. Digo isto porque o fascismo não passa de um movimento ditatorial exclusivamente italiano, correspondente ao Partido Fascista. Será correcto chamar fascistas a pessoas que não demonstramqualquer ideologia politica que se assemelhe a isso,é que uma coisa é o fascismo no seu conjunto ideológico e outra, completamente diferente é a censura por si só que não é exclusiva de um tipo de regime especifico, sendo mesmo encontrado em regimes ditatoriais de direita e de esquerda.

Pena eu já não ter um blog, pelo menos seria publicitado nesta lista, certamente ganharia novos seguidores. Do mesmo modo que há moderação em debates, também o poderá haver em blogs. Se eu não quiser que sejam publicadas ofensas no meublog tenho todo o direito de o rejeitar, principalmente se esse comentário não desenvolver qualquer tipo de opinião e for pura e simplesmente ofensivo. Chamar fascistas a pessoas que moderam blogs simplesmente por isso é um erro e pode ser uma ofensa para muitos.

Uma coisa é censura, outra é a moderação de comentários. E não se esqueça, a sua liberdade acaba onde começa a dos outros. Se cada um é livre de fazer o que quer, porque não pode moderar comentários?

O fascismo é uma coisa muito mais séria do que uma simples moderação de comentários e é uma perda de tempo andar aqui a perder tempo a brincar aos blogs e a chamar às pessoas aquilo que elas não são.

E por favor, abstenha-se de responder com a lenga-lenga do costume.
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 05.12.2013 às 16:10

O David M., em síntese, diz:

1- Uma coisa é o fascismo e outra é a censura.
2- A censura não é exclusiva de um tipo de regime específico.
3- Tal como há moderação em debates também pode haver nos blogues.
4- Tenho o direito de rejeitar ofensas.
5- É erro chamar fascistas a quem modera blogues.
6- A censura não é igual a moderação.
7- A liberdade permite moderar comentários.
8- O fascismo é uma coisa muito mais séria
9- Isto é uma perda de tempo
10- Abstenha-se da lenga-lenga.

Resposta sintética (sem a lenga-lenga do costume):

1- Fascismo e censura são indissociáveis.
2- A censura é exclusiva de todos os regismes fascistas (sejam de Esq., de Dta., mais ao lado... são fascistas tão-só).
3- A moderação em debates é com a presença de todos e não há eliminação ou supressão por um, como nos blogues.
4- Se quiser rejeitar ofensas pode fazê-lo a todo o momento depois e sempre, não precisa de fazê-lo antes, porque a maior parte dos comentários não são ofensas. Acha que todos os blogues fazenm censura?
5- Quem "modera" blogues faz censura prévia, logo é fascista, porque só os fascistas fazem isso.
6- A chamada moderação consiste, na realidade a uma censura prévia em que ocorre eliminação, não moderação, mas o termo suaviza o ato fascista.
7- A liberdade não permite censurar opiniões, se a moderação é censura, então a liberdade não permite a moderação.
8- O fascismo é isto mesmo, começa nas coisas pequenas do dia-a-dia, nas coisas que não damos importância e acabamos a matar judeus em campos de concentração, ou acha que aquilo na Alemanha apareceu de um dia para o outro e sem o apoio do povo?
9- Sim, tem razão, isto é uma perda de tempo, pois não há uma única alma que compreenda o significado e o risco que é ter uma Internet assim. Estou quase a desistir, pelo cansaço.
10- Abstive-me da lenga-lenga, como pediu, e fui o mais sucinto possível. No entanto, a lenga-lenga não é um exclusivo dos autores dos blogues, é para toda a gente e não só para alguns. Esta opinião é também ela, em si, fascista.


O texto a seguir é uma lenga-lenga mas não se dirige ao David M., por favor, David, não leia daqui para baixo, isto é só para outros leitores:

Estamos a correr um risco muito grande com gente com esta estrutura mental formatada ao status quo, avessa à reflexão e à alteração daquilo que está implantado. O país corre um sério risco de voltar a tempos idos, por falta de visão e de gestão de risco. Ainda não apareceu aqui uma única pessoa que dissesse (publicamente) que os atos censórios são um atentado à liberdade de expressão de facto. Estou sozinho, cansado e prestes a desistir. Não há mesmo ninguém? Isto é um apelo! Há imensos sítios que consulto diariamente com opiniões do mais controverso e todos eles permitem os comentários livres, aliás, tenho até dificuldade encontrar sítios que censurem os comentários, pois a maioria não o faz. Mas aqui só me aparecem indivíduos desta espécie e não de outra. Estou quase a dizer "Que se lixem os fachos" e vou embora. Vá agucem o dente, comecem a cantar vitória, a não ser que tome algo para espevitar, assim tipo Viagra ou algo semelhante e arrebite de novo. Sei lá, vou ver.
Sem imagem de perfil

De Psi a 05.12.2013 às 16:29

Não sei se você precisa de Viagra (aliás, não temos nada que ver com a sua vida sexual) mas estou certo de que lhe faria muito bem uma visita a um psiquiatra ou a um psicólogo competente (esta sugestão não pretende ser um insulto; tudo indica que você tem mesmo um problema a resolver e quanto antes, melhor). Vai ver que deixa de ver fascistas em autores de blogs moderados e lhe passa esse hábito de fazer "listas negras".
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 05.12.2013 às 17:31

Obrigado Psi, é um ótimo conselho. Gerir bem a nossa racionalidade é um fator decisivo. Ao mais mínimo sinal e não sabendo nós lidar com as situações, se vier alguém estranho, alheio, terceiro, alertar para algum problema de que estejamos a padecer, então será de prestar atenção a esse alguém, pois o espelho diz-nos sempre o mesmo: Narciso, estás lindo como o raio e és o maior, não passes cavaco (está com letra pequena não é nome próprio); não passes cavaco a esses imbecis que querem dizer disparates no teu sagrado sítio da Net. Não os deixes introduzir-se, diz ainda o espelho para o supremo criador do blogue. Os espelhos são fantásticos, dizem-nos coisas fantásticas, não acham?
Acabo de tomar umas vitaminas, já estou a sentir o efeito, daqui a bocado vai um viagra e fodo tudo.
Sem imagem de perfil

De David M a 05.12.2013 às 16:53

Eu utilizei o termo fascismo do ponto de vista histórico. O fascismo pressupõe a censura e não ponho isso em causa mas pode haver censura sem fascismo, pois, tal como disse, o fascismo é um regime ditatorial com características especificas, tal como o nacional-socialismo o é, tal como pode ser aplicado a outros tipos de regime. Sei perfeitamente que Adolf Hitler subiu ao poder por via eleitoral e teve o apoio dos judeus mas, no entanto o seu regime não era fascista. Ditatorial? Extremista? Sem duvida, mas de componentes diferentes às do fascismo. (Mais uma vez, analise historiográfica apenas, o termo fascismo adquiriu uma conotação demasiado geral e que a meu não deveria ter adquirido.) Apenas questionei a utilização do termo.

No entanto, não deixo de continuar a achar que a moderação de comentários seja algo que possa ser visto desse modo. Apagar os comentarios depois de publicados tem o mesmo efeito de os rejeitar. Digo ainda que já comentei em blogs com moderação e nunca um comentário foi rejeitado e, quando eu tinha blog, moderava de modo a simplificar a minha resposta na medida em que só respondia depois de aceitar o mesmo, não num acto de censura, mas para o caso de não poder responder logo e sob pena de me esquecer de o fazer, pelo menos na minha óptica funcionaria como um lembrete que teria de aceitar determinado comentário e poderia responder de imediato. Quero dizer com isto que nem todas as pessoas usam essa funcionalidade do ponto de vista de censuras as opiniões dos outros e conheço blogers que usam este método.

Penso que ninguém tem duvidas que a liberdade de expressão é um direito adquirido e que deveria ser universal mas penso que ninguém gosta de ver comentários banais como "vai para o caralho" no seu blog nem que seja por cinco segundos e que por vezes nem sequer se identifiquem, permanecendo anónimos. Esta moderação também funciona como escudo par este tipo de comentários, quer se queira, quer não e acima tudo há que respeitar as pessoas que usem essa funcionalidade porque as pessoa também são livres de escolher se as usam ou não e não acho que seja isto que faça com que se vá catalogar uma pessoa como fascista, ou ditador, ou o que quer que seja.

Fica a minha modesta opinião, penso que fundamentada e sem ofender ninguém como alguns comentários que aqui se vêm.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.12.2013 às 17:08

Comentários ofensivos? Anónimos, ainda por cima?? Se fosse comigo, mandava-os logo foder! Aqui ninguém diz asneiras, caralho!!!
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 05.12.2013 às 17:24

Apagar os comentários depois de publicados não tem o mesmo efeito, uma vez que, dessa forma, há uma intervenção cirúrgica limitada e residual e não a amputação de todo o membro. Com a censura prévia bloqueia todos, com o corte cirúrgico posterior respeita todos exceto aquele em concreto, exceto aquela exceção. É um mal menor. Mas em simultâneo concede liberdade a todos. A desculpa de que por um pagam todos é uma treta.

Mas o seu comentário veio alertar para outra situação muito fascizante que ainda não me tinha ocorrido e que de facto também acontece. É uma novidade que aporta para aqui. Obrigado pelo contributo! Esta novidade reside na desculpa que deu de que dessa forma mantinha todos os comentários suspensos e só os publicava quando já tinha resposta para cada um deles. Isto representa igualmente censura e é uma atitude igualmente fascista, porque quer controlar tudo e porque não permite a liberdade de expressão aos leitores e até a discussão entre eles de qualquer assunto, sem que venha a sua intervenção que é duplamente fascista, primeiro porque bloqueia o acesso e depois porque só desbloqueia com a condição de levarem logo com a resposta. Uau! Isto sim, é muito completo. A treta de funcionar como um lembrete é isso mesmo, uma treta, pois todos os comentários estão lá à vista. Não sei como conseguem os outros que não têm estes esquemas bloqueadores. Devem ser parvos e estarem carregados de comentários com caralhos e outros assim, será?

Por fim, dizer-lhe que o termo fascista significa o seguinte, independentemente dos factos históricos, é um termo usado no dia-a-dia: "Tendência para o excesso de autoritarismo ou para o controlo ditatorial." Esta é uma definição de dicionário, não fui eu que inventei. Excesso de autoritarismo e controlo, são as palavras-chave. E é isto que se passa nos blogues e, para além disto, há censura e essa até na Constituição está expressa e é também isto que se passa nos blogues que dizem fazer, vejam a palavra bonita: "moderação", isto é, chamam "moderação" ao ato censório e depois arranjam desculpas estapafúrdias para justificar o ato censório. Mas por mais desculpas e motivos que haja, o ato censório não deixa de o ser, ou deixa? Se houver justificação para um fascista então já não é fascista? Se houver justificação para a censura , então já não se pode considerar censura? Uma vez que há uma qualquer justificação então, pronto, já não é censura é uma ato soberbo?
Sem imagem de perfil

De David M a 05.12.2013 às 17:51

Não no sentido de já ter resposta para as pessoas. No sentido de não poder responder naquele momento e só poder responder mais tarde, nesse caso não me referia a bons e a maus comentários, aceitaria mais tarde quando pudesse também responder e sinceramente isso de fascista não tem nada, o termo continua na ser usado de forma generalizada e quanto mais o termo é generalizado, menos alcance e compreensão histórica é adquirido a partir do mesmo.

Mas o ponto aqui é que a situaçao que apresentei nem sequer se enquadra nessa definição de dicionário apresentada por si. Talvez me tenha explicado mal na primeira vez, mas guardar comentários para quando tiver tempo e não para quando tiver respostas,não é de todo fascista.

Simplesmente acho errado apelidar pessoas de fascistas ao desbarato só porque moderam comentários quando nem sequer se conhece a razão pelas quais as pessoas o fazem. Acredito que haja pessoas que o façam porque não querem ler coisas que não vão de encontro com as suas ideias, mas nem todas o fazem, e é injusto apelidar as pessoas por aquilo que não são.

Pela sua definição, você é fascista. Você quer que os outros tirem a moderação porque é essa a sua vontade, quer impor ess visão aos outros sem sequer saber se as pessoas estão disponíveis a isso. Esta a fazer listas de blogs e só os tira se eles fizerem o que você quer. Mais uma vez, a sua liberdade termina onde a dos outros começa. Peco desculpa pela provocação, mas o seu posto demonstra isto mesmo.
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 05.12.2013 às 18:52

Mais tarde, claro, quando pudesse, entretanto, a malta que se aguentasse, ainda que os seus comentários oportunamente efetuados perdessem a atualidade e a oportunidade, não deixando que os leitores possam responder e responder-se a si próprios, criando interpretações novas em liberdade.

Recorde-se o que diz a Constituição, no artigo aqui citado: "O exercício destes direitos não pode ser impedido ou limitado por qualquer tipo ou forma de censura.”

Vamos lá a ver as palavras devagarinho para se perceber bem:
1- Não pode ser
2- impedido
3- ou limitado
4- por qualquer tipo
5- ou forma
6- de censura

Que quer isto dizer? Que qualquer condicionamento; que qualquer empecilho, de qualquer tipo, não pode existir.

Por fim, quero esclarecer que eu não quero que os outros tirem nada. Os autores quese deixem estar tranquilos e que se deixem estar como bem entendam, eu só quero é alertar as pessoas desprevenidas que por aí andam desta forma disfarçada de censura a que chamam "moderação". Não estou a impor qualquer vontade, nem sequer estou a barrar o acesso a qualquer informação e à possibilidade de contraditório, longe disso, aqui toda a gente descarrega o que quer, ainda que depois tenha que ser eu a puxar o autoclismo e andar a varrer os cacos espalhados pelo chão.
Sem imagem de perfil

De David M a 05.12.2013 às 19:52

Mas você acha mesmo que as pessoas (a maioria, claro) que tem moderação activada está a pensar "ah vou activar isto para censurar as pessoas que se querem expressar livremente"? Você meteu os seus óculos de só ver fascismo à frente e não os quer tirar. Eu já lhe expliquei o porquê de muitas pessoas usarem essa opção criada pelos blogs sapo (esses "fascistas" que se lembraram de criar isso) e isso, mais uma vez, não implica que essa pessoa se identifique ou demonstre qualquer tipo de a proximidade com a ideologia fascista.

Há coisas muito piores do que um simples blog pessoal que modera comentários e que muitas vezes apenas usam a funcionalidade como eu usava. Porque é que não mete também aqui os jornais e revistas, que tendo uma linha editorial, acabam por não publicar certos artigos que se calhar nem chegam a ser conhecidos. Os jornais fascistas que existem por toda a imprensa mundial....se quer abrir uma guerra abra, mas não se esqueça que vai encontrar coisas que vão ao encontro da sua visão de fascismo em toda a sociedade. Em vez de criar um blog de listas negras injustas para a maior parte das pessoas mencionadas, crie um partido politico e espalhe a sua ideologia. Agora não suje o nome de pessoas com termos com as quais elas não se identificam, só porque moderam comentários. É injusto para as pessoas que vão mantendo os seus blogs durante anos.

Não quero, de modo algum, desvalorizar a sua ideologia e aquilo que defende mas não se esqueça que esta a identificar pessoas que não são aquilo que você diz que elas são. Tenho pena que não perceba isso eque continue com a sua visão extremista e generalizada do assunto.
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 05.12.2013 às 22:40

Eu não acho nada que as pessoas que têm moderação que o façam com o propósito de serem fascistas, bem pelo contrário, estou até convencido que as pessoas que fazem essa moderação, fazem-no sem ter plena consciência daquilo que estão a fazer, daí esta chamada de atenção.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.12.2013 às 22:14

a idiotice e o fascismo também são indissociáveis... este blog está no bom caminho!
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 05.12.2013 às 22:32

Então estaos ambos no bom caminho, pois concordo plenamente consigo: a idiotice e o fascismo, de facto, também são indissociáveis.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 04.12.2013 às 15:24

http://sd.keepcalm-o-matic.co.uk/i/keep-calm-and-vai-pro-caralho-4.png
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 04.12.2013 às 15:27

https://i.ytimg.com/vi/GaX6lXJLApw/hqdefault.jpg
Imagem de perfil

De J.B. a 04.12.2013 às 12:10

Olhe, adicione o meu à lista, também! A pessoa que escreve este blog não deve ter noção do que é o fascismo, do que foi a PIDE.

Não tem mais nada para fazer pois não?
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 04.12.2013 às 16:23

Não posso adicionar o seu também à lista. E sabe porquê? Porque no seu respeita a liberdade de expressão dos seus leitores, porque no seu não tem medo que os leitores sejam uns energúmenos que comentam disparates, porque no seu admite que os seus leitores são pessoas dignas de poderem comentar os seus artigos. Pese embora detenha opinião pouco esclarecida sobre o assunto, o facto é que, na realidade, não faz censura prévia aos seus leitores. E isso é genial. Parabéns por ser assim. Obrigado por contribuir para a liberdade de expressão na Internet.
Imagem de perfil

De J.B. a 04.12.2013 às 20:05

Enganou-se no blog. O meu blog pessoal faz censura sim, a pessoas de mente pequena!
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 04.12.2013 às 20:45

Ainda que faça censura a pessoas de mente pequena, não o faz previamente e permite que todos se possam expressar livremente no seu blogue. Há essa diferença e é uma diferença substancial, uma vez que não barra o acesso a ninguém, ainda que depois não concorde e conteste e venha mesmo a eliminar, no entanto, à partida, aceita os comentários sem entraves, sem fiscalização prévia e é apenas isto que interessa: salvaguardar a liberdade de expressão, sem censura de qualquer tipo. Veja o que diz a nossa Constituição da República, leia, por favor, o texto introdutório que antecede a lista. Obrigado.
Imagem de perfil

De J.B. a 04.12.2013 às 21:11

Ou rejeito-os liminarmente. Agora volto a dizer q este blog sim, é fascista! A sua deturpação da constituição é um atentado. Liberdade de expressão não é liberdade de acusaçao
Imagem de perfil

De J.B. a 04.12.2013 às 21:12

E qto ao que diz a constituição, n se preocupe, tenho-a na ponta da lingua.
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 05.12.2013 às 00:49

Não basta ter a Constituição na ponta da língua, é preciso, antes de mais, tê-la na cabeça. Tê-la na ponta da língua só lhe serve para saborear o seu conteúdo e os benefícios da liberdade que ela lhe confere. Tê-la, no entanto, na cabeça, significa que poderá usar aqueles benefícios no dia-a-dia, seja em seu próprio benefício, seja em benefício dos demais seus concidadãos. Por isso, não me diga para não me preocupar, preocupo-me sim, de tal forma que não me basta beneficiar, para mim próprio, dos benefícios da Liberdade, só me sinto bem se essa Liberdade for um benefício de que todos os demais possam igualmente beneficiar. Para isso devemos desenvolver um trabalho diário e lutar contra tudo e contra todos aqueles que querem restringir, seja lá de que forma for, esse direito à Liberdade.
Sem imagem de perfil

De Joana a 05.12.2013 às 10:36

E portanto, como faz imenso sentido, vamos restringir a liberdade das pessoas fazerem o que quer que seja com os seus blogs.
Imagem de perfil

De J.B. a 05.12.2013 às 12:00

é o perfeito idiota.
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 05.12.2013 às 12:07

A Joana disse: "E portanto, como faz imenso sentido, vamos restringir a liberdade das pessoas fazerem o que quer que seja com os seus blogs."

Resposta: Claro que sim mas não. Não confundamos as coisas.

Primeiro: Quem são as pessoas? As pessoas são todas as pessoas, não são só pessoas os autores dos blogues, os seus leitores também são pessoas. Os autores dos blogues escrevem para pessoas. Optam por ser blogues públicos e não privados (só para si próprios e/ou para amigos, acessíveis com senha e autorização prévia do autor), não, são públicos, isto é, escrevem para o Mundo, para as pessoas do Mundo inteiro, tantas, logo têm essa responsabilidade pública, têm esse dever cívico e moral e, além do mais, devem respeitar os princípios basilares de uma sociedade plural e livre. Os autores dos blogues podem fazer tudo o que quiserem, serem públicos ou privados, aceitarem comentários ou não aceitarem. A única obrigação que têm, repito: a única obrigação que têm é a de não fazerem qualquer tipo de censura, especialmente a censura prévia, escondida, sem transparência. Por mais que digam que não, que não fazem censura, que publicam todos os comentários. Quem sabe disso? É transparente? É verdade? E se publicam todos então para que raio fazem a fiscalização prévia e preventiva? Tenho cá para comigo que é mentira quando dizem que publicam tudo, aliás é até fácil de testar. O facto de um autor de um blogue aceitar comentários sem passar pelo crivo da censura prévia e só isso, não restringe a liberdade do autor do blogue, no entanto, restringe a liberdade das muitas pessoas para quem ele escreve ou publica fotos, ou vídeos ou... O autor do blogue pode, pura e simplesmente optar por passar a ser um blogue privado e restrito a quem ele quiser ou então, mantendo-se publico, pode também simplesmente deixar de aceitar comentários, tanto de uma forma como de outra não pratica censura alguma. A diferença reside apenas naquela pequena diferença: a censura prévia, o ato de verificar se o que as pessoas dizem lhe serve ou deita fora. Mas o que é isto? É fascismo! E quem faz isto o que é? É fascista!
Imagem de perfil

De J.B. a 05.12.2013 às 11:59

Senhor, levo o dia a citar a Constituição. Conheço bem demais o princípio da liberdade de expressão para não achar este seu blog aberrante. Se tem uma forma diferente de ver a vida, escreva sobre isso... fale sobre isso, explique às pessoas o porquê de achar que a sua visão é a correcta. Mas não as julgue, não as critique, não as apelide!

Volto a dizer, a moderação de comentários, como tenho no meu blog "it takes two to tango" não limita de forma alguma a liberdade de expressão. Mas a liberdade de expressão, tal como qualquer outro direito fundamental, tem limites numa vida em sociedade, e cai por terra quando colide com o direito à personalidade e, olhe lá e veja se conhece este, o Dto à Privacidade!!

Agarre lá num dos Tomos dos livros do Jorge Miranda, o que versa sobre colisão de Dtos fundamentais, e aprenda alguma coisa. O que faz aqui é um ainda maior atentado à liberdade!
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 05.12.2013 às 12:32

Hei de ir ver o seu blogue quando tiver tempo e vontade (vontade não tenho) e se não aceitar os comentários das pessoas sem antes espreitar para ver o que dizem e decidir se há de aceitar ou deitar fora, não tenho outra hipótese senão considerar essa atitude como repugnante.

Como autora de um blogue, se deseja ter direito à sua privacidade não se exponha ao público, ao Mundo inteiro, ao escrutínio das pessoas todas. Faça um blogue privado, só para si ou para os amigos ou para quem quiser convidar, é uma possibilidade, sabia? É totalmente seguro e salvaguarda a sua privacidade. Ou então, se tanto quer ser pública e escrever para toda a gente mas não quer gramar com os comentários, corte-os de vez, também é uma opção que detém, não aceitar comentários e aí tem o seu direito à personalidade. Agora, se quer ser pública e quer que toda a gente a veja, a abanar a cauda no seu pedestal e ao mesmo tempo diz às pessoas para comentarem mas vai chafurdar, às escondidas das pessoas, naquilo que elas dizem... É nojento! Que mais quer que lhe diga? É nojento! Está a atentar claramente contra o direito à liberdade de expressão de todas as pessoas, de todo o Mundo. A liberdade de expressão colide com o direito à personalidade? Onde? Só se for quando um deles está bêbado e conduz em contramão. E também pode colidir com o direito à privacidade? Quando? Só se for quando um deles vai de bicicleta a gritar "e agora sem mãos"; bêbado também.

Como bem diz no seu comentário e cito: «...escreva sobre isso... fale sobre isso, explique às pessoas o porquê de achar que a sua visão é a correcta. Mas não as julgue, não as critique, não as apelide!» Mas o que é que acha que ando aqui a fazer, senão precisamente isso? Escrevo sobre isso, falo sobre isso, explico às pessoas o porquê de achar esta visão a correta mas, conclui: "Não as julgue, não as critique, não as apelide", ou seja, não faça nada daquilo que os autores dos blogues costumam fazer: julgar as pessoas, criticá-las e apelidá-las, porque estas funções estão reservadas apenas aos sacrossantos autores dos blogues e não aos merdas que lá querem deixar os seus comentários. Pegue mas é num dos tomos do Jorge Miranda e meta-o no... armário.
Imagem de perfil

De J.B. a 05.12.2013 às 13:49

Não se preocupe, é precisamente no armário que os tomos do Jorge Miranda estão. Dão jeito, para consultar!

Caríssimo, não se apoquente, não precisa de ir ao meu blog. Os comentários são moderados sim, sabe porquê? Porque por mais que uma vez tive anónimos que se escondem (e é tão fácil) atrás de um computador para debitar tudo o que é asneira. Tive publicidade. Tive insultos de pessoas que não faço ideia de quem sejam. E isto não é um atentado à minha pessoa? À minha personalidade? Pois, é... Então, para não ser surpreendida, moderei os comentários. Fique a saber que os aceito de imediato, sem sequer os ler! E mais, ainda tenho uma caixa de mensagens que permite ao anónimo idiota escrever toda a verborreia que entender.

Falta a liberdade de expressão no meu blog? Pois olhe, se acha que sim, eu vivo bem com isso. Por isso é que é o MEU blog. Que é público sim. Porque não vejo sentido em que não o seja! Mas o meu blog, como extensão de mim, da minha casa, também tem regras.

Passe bem.
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 05.12.2013 às 14:47

Pois é, há energúmenos assim, dizem qualquer coisa e é entendido como insulto ou publicidade e ou por que são anónimos, já está, são energúmenos, aliás um comentário anónimo só pode sair de um energúmeno, pois as pessoas de bem e elevadas não escrevem coisas anónimas, não, pois gostam de se pavonear com todas as letras do seu nome, de forma a que todos vejam o quão importantes são e grandes, ou melhor, grandiosos.

Como diz, os anónimos só debitam asneiras. Mas depois diz assim e cito tal-qual: "Fique a saber que os aceito de imediato, sem sequer os ler!" Ai não lê? É fantástica! Ainda bem que é uma pessoa pura e não faz censura, nem sequer olha para os comentários, aprova-os sem ler! Para além disso ainda tem uma caixa de mensagens e cito de novo: "que permite ao anónimo idiota escrever toda a verborreia que entender". Pois é, os anónimos são uma raça desgraçada, uma espécie de lobos que, em alcateia, atacam os rebanhos dos pobres cordeiros de Deus. Por fim questiona: "Falta a liberdade de expressão ao meu blog? Pois olhe, se acha que sim, eu vivo bem com isso... porque é MEU..." Parece uma criança agarrada à bola a dizer "a bola é minha e se não é golo vou-me embora já com ela e não brinco mais". E depois faz birra.

A bola é minha é, que fui eu que a trouxe! Eu quero que seja golo senão não brinco mais e vou prà minha casa brincar com ela sozinha que brinco muito bem e estou-me a cag... borrifar que vocês não brinquem comigo, porque são maus e não pensam como eu e, por isso, não brinco mais, já disse, porque não, porque se a bola é minha eu é que mando e todos têm que jogar com as minhas regras e se eu digo que é golo é porque é, porque a bola é minha e de mais ninguém. E como os adultos dizem: "eu vivo bem com isso." Não, não insistam, não vou partilhar. Tu só brincas se disseres que é golo. E tu se não dizes já, nunca mais brincas comigo. Àquele que nem o conheço já não vai ser da minha equipa. E o outro por que se está a rir, a troçar de mim, também já não joga com a minha bola. És burro és. Já te disse que a bola é minha. Se quiseres jogar com ela pede-me desculpa. A minha bola é muito boa. Ai tens, tens, mas não está aqui, a tua bola não presta, eeehh, a minha é melhor que a tua. Vai, vai, vai lá buscar, vai, depois a tua mãe já não te vai deixar vir prà rua outra vez, anda, vai lá. A tua bola até está furada, dá-se um chuto e não rola nada. A minha está boa que até pincha muito alto. És parvo, não vês que está cheia de ar. Ora apalpa aqui. Vês, está dura ou não está? Bem te dizia mas não ouves nada. Tu não sabes nada. És burro ou quê? Pareces maluco. Deixa-te lá dessas parvoices mas é. A minha bola é dura, que já apalpaste para ver e salta mais alto e é minha e de mais ninguém.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.12.2013 às 15:02

O troll passou-se.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.12.2013 às 15:10

Nao se pasou em vez de bola le blog
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 05.12.2013 às 17:40

Rapaz, põe-me lá uns assentos e as letras todas, tive que ler três vezes para ver se compreendia bem.

Vou traduzir:

"Nao se pasou em vez de bola le blog"
Não se passou, em vez de bola lê blogue.

Era isto não era?
Pois faltavam dois acentos, um "s", uma vírgula e um ponto final.
Se o Nuno Crato te apanha, espeta-te com um teste que és logo corrido mas a pontapé.
Imagem de perfil

De J.B. a 05.12.2013 às 16:46

Bem, não quis perceber o que eu disse. Óptimo. Mas no fundo, quem é que está a fazer birra? Quem é que está zangado porque os amigos não vêem o mundo com os seus olhos? Quem é que anda a fazer queixinhas deles? Pois...

Cumprimentos,
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 05.12.2013 às 17:36

J.B., já estou farto de lhe responder, hoje já não lhe respondo mais, só amanhã. Aproveite agora para dizer tudo o que quiser, este blogue não tem censura alguma, pode escrever com completo à vontade. Com exceção de alguma minoria que gosta de usar algumas expressões aparentemente menos apropriadas, a maioria são pessoas, pessoas reais, não são monstros papões que vão comer a menina, por isso deixo passar tudo e nem sequer apago depois. Cada um que se reveja naquilo que escreve e quer escrever e transmitir, cada um é aquilo que pernite aos outros e o que diz dos outros. Até amanhã!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.12.2013 às 22:12

ele é um PIDE...
Sem imagem de perfil

De Joana a 04.12.2013 às 10:31

Dor de corno?
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 04.12.2013 às 16:14

A Joana tem um blogue livre, digno e que respeita os leitores. Não conheço o conteúdo nem as ideias que transmite nos artigos, nem tal tem qualquer interesse para o caso. O que verdadeiramente interessa é que este blogue aceita os comentários dos leitores sem qualquer entrave. Sem a mesquinhez de os verificar previamente, isto é, sem qualquer tipo de censura prévia. E isto, cara Joana, é louvável e muito digno da sua parte, porque não desconsidera os seus leitores, pelo contrário, admite-os na diversidade das suas opiniões, sem medos, sem frustrações, sem manias. Saiba, no entanto, que há exceções, há gente que não é aassim e não está capacitada para lidar com a liberdade dos outros, aceitando as suas quaisquer opiniões. Não se trata de qualquer tipo de dor, seja ou não de corno, trata-se de denunciar um mal que corrói a liberdade de expressão na Internet e corrói apenas, lentamente, não mata, mas corrói e esta corrosão vai grassando na mentalidade das pessoas ao ponto de até já considerarem correto a verificação prévia dos comentários. Obrigado Joana por não fazer parte dessa minoria que bloqueia os comentários na Internet. Obrigado por respeitar toda a gente. Obrigado por contribuir para o respeito da liberdade de expressão na Internet.
Sem imagem de perfil

De Joana a 04.12.2013 às 16:35

Já respondi isto no meu blog mas faço-o de novo aqui:

Vai arranjar trabalho, que o que tu tens é tempo a mais.
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 03.12.2013 às 23:27

Paulo, 1- Não é a mesma coisa. Embora o resultado final possa ser o mesmo. 2- Não se defende o apagar depois coisa nenhuma. 3- Devia deixar de pensar com os dedos às turras no teclado. Ora veja lá, o que se diz é que para aqueles que por medo do que lhe possam escrever e por esse medo praticam a censura prévia, se a deixassem de praticar, dando esse voto de confiança aos leitores, e, mesmo assim, algum dissesse algo verdadeiramente infame com o qual não pudesse viver, não era o fim do Mundo, pois sempre podia fazer censura apagando aquele comentário e ir dormir sossegado, mantendo o seu blogue impoluto. Esta é uma alternativa ao medo dos terroristas e dos depravados. É uma alternativa ignóbl? É. No entanto tem uma virtude: é uma intervenção cirúrgica direcionada àquele tão anormal comeneário e não uma intervenção massiva a todos e qualquer comentârio, fiscalizando previamente tudo o que se diz. Esta postura censória só pode pertencer a pessoa que ainda não se tenha apercebido da gravidadade do seu ato ou, tendo plena consciência e persistindo no erro, denota, mania persecutória, dificuldade em aceitar a liberdade dos outros e a convicção de que o Mundo gira à sua volta e à volta do seu pedestal inacessível aos demais meros humanos. Paulo, são estas as diferenças. O que está em causa é dar ou não dar a mão ao leitor. É bater-lhe com a porta nas trombas ou convidando-o a entrar, abrindo-lhe a porta, com maneiras e educação e não dessa forma arcaica e salazarenta de tudo rebuscar antes de. A maior parte dos bons blogues que conheço deixam entrar as pessoas, acreditando no seu valor, respeitando-as. Há, porém, uma minoria de blogues que prefere chafurdar antes, ver tudo antes, no escuriinho da sua casa, com uma mão no teclado e a outra no...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 04.12.2013 às 00:40

gostava de entrar em sua casa para partir essa merda toda - pode deixar aqui o endereço pf? obrigado
Sem imagem de perfil

De lrasnra@sapo.pt a 04.12.2013 às 16:35

Infelizmente há gente assim. Mas que fazer com eles? Matá-los? Bloquear os seus acessos com verificações prévias para não os deixar entrar? Não! Até este tipo de gente tem direito a expresar a sua opinião, mesmo desta forma tão infantil. O que o autor do blogue deve ter a capacidade de fazer é dizer-lhe: Olhe lá, ó comentador(a), não polua, se colabora na reciclagem em sua casa, separando o vidro, o plástico, etc., então colabore de igual modo separando as opiniões, no seu dia-a-dia, na rua ou na Internet. Saiba separar aquilo que é reciclável daquilo que não é. Se este blogue tivesse comentários moderados a responsabilidade dessa consciência de reciclagem caberia ao autor do blogue. Só o autor do blogue estaria à altura de decidir, tal-qual um deus, se este ou aquele comentário é mais ou menos digno de aparecer no seu imaculado blogue, porquê? Porque o autor julga que essa capacidade de reciclagem não está ao alcance do comentador, pois considera que este deve ser desprovido de capacidade de raciocínio ao não saber distinguir o que deve comentar. O que aqui neste blogue se pretende ensinar é que não há que temer os leitores, ainda que se enganem uma ou outra vez, acabarão por saber, poi si próprios, reciclar e as suas opiniões, embora às vezes sejam disparatadas, alguma vez deixarão de o ser, pelo que nada há a temer, em aceitar e dar aos leitores a responsabilidade pelas suas opiniões. E isto é respeito; respeito pelas pessoas, coisa que falta a alguns autores de blogues.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 04.12.2013 às 20:34

Censura!!!! demita-se já!
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 03.12.2013 às 22:22


Boa noite.
De tudo o que li, e obrigada Emília, pelas suas palavras e defesa da minha humilde vida e escrita no blog, só quero deixar aqui registado que NUNCA, mas NUNCA, em 5 anos e quase 7 meses do meu cantinho, aqui no Sapo, fui PIDE nos comentários que recebi, li ou escrevi.
E nos blogs que leio, que visito, que adoro, que gosto, que gosto menos, nunca fui mal educada e/ou utilizei expressões que pudessem ofender o blogger, independentemente de os comentários estarem sujeitos à aprovação, ou seja lá o que for.
Não me diz respeito o que o blogger quer fazer do seu espaço.
Só peço respeito pelo meu.
Boa noite.

Comentar post


Pág. 1/3



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Quantidade de comentários:


Comentários mais recentes (os últimos 20):

  • Zé D.

    Eu aqui nunca tive problema algum, nem aqui nem em...

  • lrasnra@sapo.pt

    O meu amigo Zé C. é um verdadeiro amigo, mais, é u...

  • lrasnra@sapo.pt

    Obrigado caro Zé D. pelo seu sempre pronto comentá...

  • Zé D.

    Gosto muito de escrever comentários em sítios que ...

  • Zé C.

    O autor deste blogue teve uma ideia muito boa, gos...

  • Zé B.

    A nossa Constituição da República Portuguesa prote...

  • Zé A.

    Tal como Mandela resistiu muitos anos de opressão,...

  • lrasnra@sapo.pt

    Eu não acho nada que as pessoas que têm moderação ...

  • lrasnra@sapo.pt

    A presesunção dos motivos que estão subjacentes à ...

  • lrasnra@sapo.pt

    Então estaos ambos no bom caminho, pois concordo p...

  • lrasnra@sapo.pt

    Sim!

  • Anónimo

    o bófia nazi não é nenhum vírus (não tem inteligên...

  • Anónimo

    torquemada está bem sacado sim senhor!

  • Anónimo

    a idiotice e o fascismo também são indissociáveis....

  • Anónimo

    ele é um PIDE...

  • Anónimo

    Está a chamar burro aos seus leitores? facho!

  • João Tomaz

    Presume que quem opta por "moderar" os comentários...

  • David M

    Mas você acha mesmo que as pessoas (a maioria, cla...

  • lrasnra@sapo.pt

    Mas está a rir de quê? Acha graça a esta tristeza?...

  • Maria Araújo

    ahahahahah!



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D




Calendário

Dezembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031


Para Contactar (e-mail):

LRASNRA@SAPO.PT